quinta-feira, 23 de março de 2017

Heitor Férrer quer criação de centro de apoio aos portadores de lúpus e artrite

O deputado Heitor Férrer (PSB) informou, durante o primeiro expediente da sessão plenária desta quinta-feira (23/03), que vai apresentar projeto para criação de um centro de apoio a pessoas portadoras de lúpus e artrite reumatoide. De acordo com ele, essas são doenças sem cura e que necessitam de controle com medicamentos.
O parlamentar comentou a audiência pública realizada ontem, na Assembleia Legislativa, que debateu a situação dos pacientes com lúpus e artrite reumatoide. De acordo com Heitor Férrer, o Estado tem se omitido no que diz respeito à distribuição de remédios para os portadores dessas doenças, e isso tem trazido complicações para sua saúde.
“Essas doenças não têm cura, mas seus portadores são capazes de levar uma vida normal, caso a enfermidade seja controlada. Mas, para isso, o Estado precisa fornecer os medicamentos”, acrescentou.
Segundo Heitor Férrer, as complicações causadas pela falta dos medicamentos provocam muito mais gastos ao Estado. “Há pacientes que podem sofrer AVC (Acidente Vascular Cerebral), por exemplo. Aí o Estado terá de aposentá-los e pagar pensão. É um gasto muito maior do que a responsabilidade de fornecer os medicamentos em dia”, assinalou.
O deputado Bruno Gonçalves (PEN), em aparte, comentou a situação do  município de Choró, que lançou um projeto para comprar motocicletas para que agentes de saúde visitem pacientes com suspeita de diabetes que não podem ir ao local dos exames. “Isso demonstra uma preocupação com a saúde da população, e é isso que queremos ver em relação aos pacientes com lúpus e artrite”, disse.
A deputada Fernanda Pessoa (PR), que também participou da audiência de ontem, pediu apoio dos parlamentares em relação ao projeto de criação do centro de apoio aos portadores de lúpus e artrite reumatoide. “É um projeto de grande importância, pois há muitas vidas dependendo disso”, frisou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Web Statistics