quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

Sérgio Aguiar comenta crescimento da produção industrial no Ceará

O deputado Sérgio Aguiar (PDT) avaliou o crescimento da produção industrial no Ceará. Segundo ele, houve um crescimento de 12,4% na passagem de novembro para dezembro de 2016, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O pronunciamento foi realizado durante o primeiro expediente da sessão plenária desta quarta-feira (08/02).
Segundo o parlamentar, “isso dá um estímulo maior e faz com que acreditemos que o setor produtivo cada vez mais se fortalece para a melhoria da economia cearense”.
Sérgio Aguiar ressaltou que esse foi o maior crescimento registrado entre os 14 locais pesquisados e foi suficiente para reverter a queda de 8,4% entre os meses de agosto e novembro. “Contudo, reforçamos que os investimentos devem ser mantidos e fortalecidos. Apesar do bom resultado no último mês, de janeiro a dezembro foi registrada queda de 5,2%, mesmo percentual de baixa dos últimos 12 meses”, informou.
Outros nove estados também apresentaram crescimento: Rio Grande do Sul (6,3%), Espírito Santo (5,1%), Santa Catarina (3,6%), Minas Gerais (2,3%), Goiás (1,4%), Bahia (1,4%), Paraná (0,8%) e Pernambuco (0,6%). Já a média nacional avançou 2,3%. Já as quedas mais acentuadas ocorreram no Amazonas, com recuo de 2%, e São Paulo, com retração de 1,5%, seguidos por Rio de Janeiro (- 0,9%) e Pará (-0,7%).
Além disso, Sérgio Aguiar afirmou que a produção industrial cearense já mostrou expansão de 3,4% no índice mensal de dezembro de 2016, na comparação com dezembro de 2015, após 23 meses de taxas negativas consecutivas nesse tipo de confronto.
Nesse recorte, informou o deputado, oito dos 11 ramos pesquisados apontam aumento na produção. De acordo com ele, as principais contribuições positivas foram nos setores de artefatos de couro, artigos para viagem e calçados (crescimento de 9,9%), de confecção de artigos do vestuário e acessórios (35,1%), de produtos alimentícios (7,9%) e de produtos têxteis (81,5%).
“Em suma, esses dados só reforçam nossas potencialidades, infraestrutura e a capacidade de crescimento, além de receber investidores estrangeiros no Estado. É claro que são necessárias ainda mais políticas de incentivos fiscais e oportunidades por parte do Estado nas áreas de comércio, indústria, turismo e serviços”, defendeu.
O deputado lembrou que, no Ceará, existem “grandes equipamentos, indústrias, um dos litorais mais visitados no mundo, além de estarmos estrategicamente bem localizados do ponto de vista geográfico”. Na avaliação dele, “isso tudo oferece uma vantagem competitiva quando se pensa em investir em novos países.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Web Statistics