quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Evandro Leitão destaca resultados positivos do Spaece 2016

O líder do Governo na Casa, deputado Evandro Leitão (PDT), comemorou, durante o primeiro expediente da sessão plenária desta quarta-feira (15/02) os resultados do Sistema Permanente de Avaliação da Educação Básica de 2016 (Spaece). Segundo o parlamentar, os níveis de alfabetização estão crescendo no sistema público de ensino.
O deputado ressaltou que, segundo os dados apresentados na última terça-feira (14/02) pelo governador Camilo Santana e pelo secretário da Educação, Idilvan Alencar, em 2016, os alunos da rede estadual de ensino que finalizaram o 2º ano do ensino fundamental alfabetizados corresponderam a 86%. Em 2007, ano de início das atividades do Programa Alfabetização na Idade Certa (Paic), apenas 30% estavam nesse padrão de desempenho.
“Para se ter uma ideia, em 2007, 32% dos estudantes foram registrados como não alfabetizados. Em 2016, apenas 0,9% dos estudantes foram registrados nesse padrão, ou seja, menos de 1%”, observou.
Em relação ao 5º e ao 9º anos do ensino fundamental, contemplando as disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática, 39% dos jovens do 5º ano apresentaram nível adequado em Língua Portuguesa. Em 2008, o percentual era de apenas 6,8%. Já em Matemática, foram 28,1% dos alunos que tiveram desempenho adequado. “Esse resultado é fruto de uma série de investimentos, incentivos e compromissos traçados junto a educadores, professores e alunos de todos os municípios cearenses”, apontou.
Evandro Leitão frisou que, em 2007, ano de implantação do Paic, a média de proficiência alcançada no 2º ano do ensino fundamental foi de 119,1 pontos, o que corresponde ao padrão intermediário. Em 2016, alcançou 185,6 pontos, demonstrando uma evolução para o padrão suficiente.
O parlamentar destacou ainda que, no fim de 2015, o Governo do Ceará lançou o Mais Paic. “Com isso, foi ampliado o trabalho de cooperação já existente com os 184 municípios, que, além da educação infantil e do 1º ao 5º ano, passou a atender também do 6º ao 9º ano nas escolas públicas cearenses”, informou. O deputado ressaltou também que o Governo, em 2015, implantou 26 escolas regulares. Esse ano serão mais 45 instituições, passando para 71 escolas. “O Estado tem feito um esforço no sentido de também avançarmos significativamente no ensino médio, principalmente com escolas de tempo integral”, revelou.
Em aparte, o deputado Carlos Felipe (PCdoB) salientou que o Estado conta com a melhor universidade pública estadual do Norte-Nordeste, a Universidade Estadual do Ceará (Uece), e com a Universidade Federal do Ceará (UFC), que está entre as mil melhores do mundo. “São dados alentadores sobre a educação do Ceará”, comemorou.
O deputado Renato Roseno (Psol) apontou que os mecanismos de avaliação da educação básica precisam ser melhorados. “Existe a regressão curricular. Precisamos combater isso”, afirmou.
Para o deputado Julinho (PDT), os resultados mostram os esforços e investimentos do Governo na educação. “Precisamos comemorar. São resultados que em médio prazo terão impacto significativo no nosso Estado”, disse.
GM/AT

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Web Statistics