segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Ely Aguiar avalia mudanças nas pastas de Justiça e Segurança Pública

O deputado Ely Aguiar (PSDC) comentou, durante o primeiro expediente da sessão plenária desta sexta-feira (10/02), as mudanças de gestão nas pastas da Segurança Pública - assumida pelo policial federal André Costa - e da Justiça, que agora tem como titular Socorro França.
Na avaliação do parlamentar, essas são as pastas mais complicadas do Estado e merecem atenção especial. “André Costa é um policial de carreira e, com certeza, vai fazer o diálogo com a categoria e a população. Já Socorro França é uma mulher de fibra e flexível. Com certeza ambos farão um grande trabalho frente às pastas”, afirmou.
Ely Aguiar criticou o trabalho do ex-secretário da Segurança Delci Teixeira. “A maneira que o ex-secretário encontrou de tratar da segurança foi com a manipulação de números. Delci tentava mostrar uma redução da criminalidade que não existia. Os números não batiam e nem apareciam na página oficial”, disse.
Para o deputado, o ex-secretário Hélio Leitão também não conseguiu conduzir os trabalhos da Secretaria da Justiça com clareza. “Hélio Leitão é um cidadão de bem, mas a gestão dele foi pautada de fugas em massa nos presídios e assassinatos de detentos. Ele se perdeu completamente, e os problemas na Justiça foram todos ocasionados por falta de uma boa gestão”, apontou.
O parlamentar destacou que, com as mudanças nas pastas, espera a diminuição da violência e da sensação de insegurança. “Atingimos o fundo do poço, principalmente na área da segurança. São duas pastas complicadas, mas acredito que os novos secretários vão fazer um trabalho brilhante. Desde já, desejo todo o sucesso”, elogiou.
Em aparte, o deputado Fernando Hugo (PP) ressaltou que o governador Camilo Santana, mesmo com a situação política adversa, tem desenvolvido um bom trabalho. “Camilo é humilde e tem feito com que o Ceará corra nos trilhos. Ele está pagando os servidores e fazendo incursões administrativas em obras. O Ceará não parou, e as mudanças nas secretarias vão dar frutos positivos”, defendeu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Web Statistics