domingo, 15 de janeiro de 2017

Suíços querem colaborar com a operação Lava Jato

 As autoridades da Suíça querem discutir com o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, uma segunda etapa de colaboração entre o Brasil e o país europeu na Operação Lava Jato. Com cerca de 600 milhões de dólares ainda bloqueados em contas de bancos suíços, os dois Ministérios Públicos vão se reunir nesta semana em Berna para avaliar formas de repatriar os recursos. Tanto o Brasil como a Suíça aplicaram multas sobre a Odebrecht como parte do acordo de leniência fechado pela empreiteira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Web Statistics