segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

“Não desprezamos nenhuma linha de investigação”, diz delegado sobre desaparecimento de treinador Marcelo Cabo

Diante do desaparecimento do treinador do Atlético Goianiense, Marcelo Cabo (foto), desde a madrugada de domingo (15), a Polícia Civil do Estado de Goiás (PC-GO) informou que não despreza nenhuma linha de investigação.
Na tarde desta segunda-feira (16) o delegado Kleyton Manoel Dias afirmou, em entrevista coletiva, que os policiais da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (Deic) estão nas ruas colhendo todo tipo de informação que possa ajudar a solucionar o caso, além de ouvir testemunhas.
delegado Kleyton Manoel Dias
“A Polícia Civil do Estado de Goiás acaba de ser noticiada sobre o desaparecimento do treinador. Já ouvimos algumas testemunhas e vários policiais da Deic se encontram em campo neste momento à procura de filmagens e detalhes que possam levar à localização do treinador. Não podemos desprezar nenhuma linha de investigação, tendo em vista que a poucas horas tomamos conhecimento do caso. Então, estamos em um trabalho inicial e não desprezamos nenhuma informação ainda”, disse o delegado.
Durante a entrevista, Kleyton Manoel Dias ressaltou que a Polícia Civil está fazendo o levantamento inicial de todas as informações necessárias para a investigação, como rastreamento de cartões, verificação de multas – uma vez que o treinador saiu em seu carro, um Pálio Attractive branco -, se ele deixou a capital ou não.
Questionado sobre as pessoas que estão sendo ouvidas, o delegado ressaltou que são pessoas próximas a Marcelo Cabo. “São testemunhas ligadas à pessoa que está desaparecida que nós não vamos divulgar nenhum nome por enquanto não atrapalhar qualquer tipo de vinculação, de informações que possam levar ao paradeiro do treinador”.
Em relação a problemas com dívidas, ameaças ou suspeita de depressão, Kleyton Manoel Dias informou que o treinador não tinha problemas em Goiânia e estava com a saúde normal. No entanto, são possibilidades que serão investigadas.
“Pelo que nos foi reportado até o presente momento, a vítima não guardava nenhum tipo de problema aqui na cidade de Goiânia, em outras cidades também não. Não tem problemas de dívidas, de ameaças. Então, é um fato completamente atípico e estamos iniciando agora todo esse trabalho investigativo. Oficialmente ainda nos foi informado sobre nenhum problema de saúde do treinador. Mas também, como disse, não podemos desprezar nenhuma informação”, disse.

Imagens

Imagens de câmeras de monitoramento do prédio onde Marcelo Cabo reside foram colhidas. Segundo o delegado, treinador chegou em sua casa sozinho por volta das 2h da madrugada de domingo e saiu por volta das 3h. Ele chegou a sua residência sozinho e saiu também de sua residência sozinho, dirigindo seu veículo. “Todas as câmeras, todas as imagens, inclusive de todo o bairro e saídas de Goiânia serão levantadas pelo departamento”.
Em caso de algum cidadão souber do paradeiro do treinador, a Polícia Civil conta com o número 197, onde podem ser feitas denúncias e repassadas informações à corporação.

Atlético

Além de entrevista coletiva, o Atlético Goianiense informou que está em contato com a família do treinador e que se colocou à disposição dos familiares e das autoridades para auxiliar na solução do caso.
Leia nota oficial do Atlético-GO:
O Atlético Clube Goianiense ainda não tem notícia do técnico Marcelo Cabo. O treinador foi visto pela última vez na madrugada de sábado para domingo (15/01). As imagens do circuito interno de segurança do edifício onde ele mora no Jardim Goiás registraram o momento em que Marcelo entrou no seu carro, estacionado à frente da portaria, e saiu.
O treinador não compareceu ao treinamento realizado na manhã desta segunda-feira e o clube já acionou a Polícia Militar. O caso também foi registrado na Delegacia de Investigações Criminais de Goiás.
O clube está em contato com a família e se colocou à disposição dela e das autoridades competentes para a solução do caso com a maior brevidade possível.
Diário de Goiás

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Web Statistics