segunda-feira, 1 de agosto de 2016

PM cearense frustra plano criminoso de três infratores oriundos do Estado vizinho


Uma ação realizada por equipes da Polícia Militar do Estado do Ceará (PMCE) frustrou o plano criminoso de três infratores oriundos do Estado do Rio Grande do Norte, no início da manhã desta segunda-feira, 1º de agosto, em território cearense. Entre os capturados está o foragido de um presídio potiguar. Os militares resgataram uma vítima que foi feita de refém por eles e apreenderam uma arma de fogo utilizada no delito. Toda a ação ocorreu dentro da agência dos Correios, localizada no Icaraí, em Caucaia – Área Integrada de Segurança 7 (AIS 7) –, na região Metropolitana de Fortaleza.

Os suspeitos foram identificados como Thiago da Silva Bento (23), que responde por homicídio, roubo, porte ilegal de arma de fogo e é fugitivo do presídio de Alcaçuz, que fica no Rio Grande do Norte; Ailton Tertulino Medeiros Oliveira (22), que responde por roubo, e uma adolescente de 15 anos. Com eles, os policiais apreenderam uma pistola calibre ponto 40, 37 cartuchos intactos e nove deflagrados.


A intenção do trio era de cometer um roubo dentro da agência. Mas o plano foi frustrado quando uma composição da PM, que realiza patrulhamento na área, foi acionada e chegou ao local no momento do delito. Ailton estava na calçada como “olheiro” e logo foi preso. Já Thiago e a adolescente, que é sua namorada, permaneceram dentro da agência e fizeram um funcionário do estabelecimento como refém, o ameaçando com a pistola. De acordo com levantamentos, cerca de nove disparos foram efetuados pelos infratores dentro do imóvel.

Foi solicitado reforço policial via Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops). Uma equipe do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate), que também deu apoio à ocorrência, iniciou uma negociação com Thiago, a fim de libertar o refém. A primeira pessoa a sair da agência foi a menor, que logo foi apreendida. Seu namorado pedia a presença de advogado, da imprensa e também um colete balístico. Foi dado a ele um colete e o cinegrafista de uma emissora local filmou parte da ação sob a escolta de um escudeiro da PM. 

Instantes depois, dando continuidade à conversa, o suspeito deixou quatro carregadores da pistola em cima de um balcão, ao alcance dos policiais e, por fim, deixou a arma de fogo no mesmo local e libertou a vítima. Ninguém saiu ferido. “Resolver uma situação como esta por meio de negociação real causa uma sensação de dever cumprido”, declara o major Antonio Gonçalves Cavalcante, comandante do Gate e responsável pela negociação com Thiago.

A ocorrência, iniciada por volta de 8 horas desta manhã, foi finalizada cerca duas horas depois. O caso foi encaminhado pelos policiais militares para a Polícia Federal (PF), porque os Correios pertencem à administração federal.


Fonte: SSPDS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Web Statistics