sexta-feira, 5 de agosto de 2016

Dra Silvana explica projeto de lei sobre escola sem partido

A deputada Dra Silvana (PMDB) explicou, no primeiro expediente da sessão plenária desta quinta-feira (04/08), o objetivo do projeto de lei n° 273/15, de autoria dela, sobre a escola sem partido.
 Para a parlamentar, o projeto propõe apenas o esclarecimento dos direitos dos estudantes, por meio de um cartaz afixado nas escolas, estabelecendo também os deveres dos professores, no intuito de evitar a prática da doutrinação política e ideológicas em salas de aulas.
Dra. Silvana relatou sua participação em programa de rádio da CBN/O Povo na última quarta-feira (04/08), para apresentar seu projeto. Durante a atração, houve debate com outro convidado, onde foi chamada de fanática. “Sou fanática porque fui preparada para o debate e levei a constituição? O projeto nada mais é do que a informação dos direitos dos alunos, direitos esses que já existem. E aí criticam o projeto argumentando que sou evangélica? Em nenhum momento citei a Bíblia, somente artigos da Constituição. Negaram minha proposição, criticando a mim e não o conteúdo da mesma”, salientou a deputada.
De acordo com Dra.Silvana, é a primeira vez que presencia a censura prévia de um projeto que só deseja expor direitos já existentes. “O escola sem partido só quer que os alunos conheçam seus direitos, sem serem sufocados por qualquer ideologia. Doutrinação é abuso da liberdade de ensinar do professor em prejuízo da liberdade de consciência e crença do aluno”, pontuou.
LA/AT

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Web Statistics