sexta-feira, 10 de junho de 2016

Cinco dias para Eduardo Cunha

O Supremo Tribunal Federal deu um prazo de cinco dias para que o presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha, apresente sua defesa prévia. Ele é acusado de corrupção e lavagem de dinheiro. Também existe a suspeita de que Cunha recebeu cinco milhões de dólares em propina. O prazo começa a valer assim que o deputado for notificado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Web Statistics