quinta-feira, 16 de junho de 2016

Agenor Neto pede liberação de recursos de emendas parlamentares para saúde

Dep. Agenor Neto (PMDB)Dep. Agenor Neto (PMDB)Foto: Máximo Moura
O deputado Agenor Neto (PMDB) pediu, durante o primeiro expediente da sessão plenária da Assembleia Legislativa desta quinta-feira (16/06), a liberação, por parte do Governo do Estado, de emendas parlamentares, no âmbito do Programa de Cooperação Federativa (PCF), destinadas à área da saúde pública estadual. O parlamentar salientou que foi aprovado, no orçamento, um total de R$ 7 milhões para o Hospital Regional do Centro-Sul. Porém, até o momento, nada foi liberado.
Agenor Neto informou que, dentro dessa soma, R$ 500 mil foram destinados por ele ao Hospital Regional do Centro-Sul, mas os recursos não foram liberados, enquanto  emendas de outros parlamentares foram atendidas. “O Governo trata os deputados e a saúde pública de forma muito desigual”, acrescentou.
O parlamentar esclareceu que, no ano passado, teve reunião com o secretário da Saúde, Henrique Javi, quando pediu a liberação de R$ 1,6 milhão para o mesmo hospital. ”Até hoje não tivemos resposta”, disse. Houve também um encontro de prefeitos do centro-sul com o Executivo, e nenhum pleito apresentado foi atendido, conforme explicou o peemedebista.
Ainda segundo Agenor Neto, "um grupo de vereadores de oposição foi ao Ministério Público de Iguatu pedindo intervenção no hospital." Entre eles estava a vereadora Cida, do PCdoB, “que foi denunciada há dois anos, com provas documentais, por compra de votos”.
Agenor Neto disse que encaminhou requerimento pedindo a liberação dos recursos de todos os deputados para a saúde. “Desde outubro, o pleito está com o secretário de Relações Institucionais, Nelson Martins, porém nada é encaminhado”.
Em aparte, o deputado Evandro Leitão (PDT), líder do Governo, explicou que as emendas estão em fase final para serem liberadas. Segundo ele, até o momento, somente as proposições de Carlomano Marques (PMDB) e Carlos Felipe (PCdoB) foram liberadas.
O deputado Tomaz Holanda (PMDB) adiantou que o líder do Governo vai liberar a bancada para votar a favor do requerimento. “Há uma politicagem rasteira e barata contra o hospital, que atende todo o centro-sul e até cidadão que vem do Cariri."
O deputado Roberto Mesquita (PSD) afirmou que se soma ao apelo, por ser cearense. “Imagino o que passa a população do centro-sul por causa desse hospital”.
O deputado Ely Aguiar (PSDC) disse esperar que o pleito de Agenor Neto seja atendido. “Essa Casa é um parlamento que quer dar a sua contribuição, sem subserviência”, pontuou.  
JS/AT

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Web Statistics